Category Archives: São Paulo

Palestra de Liliane Ferrari na Exposição “Entre Formas, Pássaros e Cores” Galeria 22

IMG-20170321-WA0046

Leave a Comment

Filed under Arte, Exposições, Palestras, São Paulo

Exposição “Entre Formas, Pássaros e Cores” na Galeria 22 – até 13 de abril

O Sciacco Studio apresenta de até 13 de abril, a exposição coletiva ‘Entre Formas, Pássaros e Cores’, na Galeria 22 (Av. Pres. Juscelino Kubitschek, 417).

Composta por cinco artistas: Carla P. Del Nero, Evelina Villaça, Márcia Del Nero, Regina F. Helou e Victor Chahin, a mostra apresenta mais de 20 trabalhos, sendo eles: fotografias, esculturas e pinturas, que discutem a leveza da natureza e as formas humanas.

Com texto do crítico Enock Sacramento, a exposição tem como pano de fundo o “Poeminha do Contra”, de Mário Quintana, “Eles passarão…/ eu passarinho”, que faz um trocadilho, transformando o verbo em substantivo e o substantivo “passarinho” em verbo: eu ficarei, eu permanecerei.

“Os pássaros são o tema principal das fotografias que Victor Chahin apresenta nessa mostra. Ele descobriu a natureza e o amor por ela, pelas mãos de seu professor de Biologia, no início da adolescência, paralelamente à fotografia. Esse sentimento cresceu nos anos seguintes durante seus contatos com o fotógrafo Araquém de Alcântara, com quem fez numerosas incursões pelas matas brasileiras.

Carla P Del Nero também tem na fotografia seu meio eletivo de expressão. Ela vem captando aspectos da natureza, sobretudo imagens de plantas e pássaros desde 2008. A partir de então, todo o seu tempo livre é usado em incursões ambientais naturais, onde a artista encontra uma diversidade de formas, cores e ritmos.

A artista Regina F Helou usa imagens fotográficas como apoio de suas obras, por ela intituladas de fototelas. Imagens reais são transformadas, deformadas, transfiguradas, dando origem à outra realidade, misteriosa e instigante. A artista cria assim, outra realidade que é sua obra de arte, que passa a ter vida autônoma, independente.

Escultora, Evelina foi atraída pela técnica do vidro fundido (fusing glass), que consiste na fusão do vidro em fornos de alta temperatura. Com esse material, produz objetos de arte variados, apresentados isoladamente, em conjunto e até mesmo em forma de instalações. Ela também usa resina na criação de suas figuras, sobretudo femininas, tirando partido não somente das formas, mas também das cores e das transparências.

Com referências na pintura, Márcia Del Nero traz trabalho surrealista. Tendo recebido orientação de Israel Kislansky, vem desenvolvendo uma obra escultórica, que privilegia a figura humana, que ela modela acentuando formas que conferem a elas uma expressividade extraordinária. Estas intervenções consistem em alongamentos e intumescimentos de elementos faciais, tais como olhos, nariz, boca, orelhas. O mesmo procedimento está presente, de maneira menos acentuada, nas figuras de animais.”

Serviço:

“Entre Formas, Pássaros e Cores

Data: até 13/04

Horário: De segunda a sexta-feira das 10h às 18h, aos sábados com hora marcada.

Entrada: Gratuita

Endereço: Galeria 22 – Av. Pres. Juscelino Kubitschek, 417 – Vila Nova Conceição, São Paulo – SP.

galeria22.com

(11) 3742-0294

Sciacco Studio sciaccostudio.com

image (1)
Escultura em bronze de Márcia Del Nero

1  DSC_0096_ARANHA
Fotografia de Carla P Del Nero

180
Obra de Regina F Helou

Leave a Comment

Filed under Arte, artista do dia, Exposições, São Paulo

Um cão chamado Jimmy por Rafael Mantesso

Este livro,”Um cão chamado Jimmy” criação de Rafael Mantesso, tem como protagonista seu charmoso bull terrier branco chamado Jimmy Choo.

Tudo começou depois do casamento desfeito do artista. Sozinho com Jimmy, o designer brasileiro começou a desenhar e criar situações bem humoradas e criativas onde seu dog era o personagem principal.
“Depois do meu divórcio, tudo o que eu tinha era Jimmy e paredes vazias. Percebi que elas dariam ótimas telas de fundo para fotos, tendo Jimmy como a estrela”, disse Mantesso.

jimmy-5
Uma das ilustrações do livro

Ele conta que logo que Jimmy chegou tinha que ficar na varanda, só ficava solto quando o casal estava em casa. Neste meio tempo, Jimmy passou por um período de adestramento e hoje vive solto e feliz por todo o espaço do apê. Dorme na poltrona ou na cama quando está frio. Rafael conta também que tem uma rotina diária de passeios com Jimmy. Não importa a hora, chegando em casa, tem que dar uma volta com seu amigo.

Jimmy Choo virou uma celebridade. Através do instagram conquistou muitos fãs e seguidores e chamou a atenção da mídia nacional e internacional. Foram ao Jô Soares e matéria de capa no britânico The Times, além de outras publicações importantes pelo mundo.

Ano passado, segundo Rafael, já tinham várias propostas para publicar o livro. Escolheu primeiro publicar lá fora e o livro está entre os mais vendidos na Amazon. Foi lançado aqui em São Paulo na livraria Cultura do Villa Lobos no dia 14 de novembro com a presença de Jimmy.

Eles fizeram tanto sucesso que chamaram a atenção da própria e famosa marca Jimmy Choo.
Foram convidados para criar uma coleção cápsula que ficou incrível.
Jimmy é um fofo.

 

Confiram o vídeo da marca.
Estrelando Jimmy Choo (o cão)

livroJimmy

Descrição: Informações retiradas no site da Saraiva.
O cão que virou sensação na internet e no mundo da moda.
Jimmy Choo é um bull terrier branco com as orelhas avermelhadas. Não era o mais ágil da ninhada, mas tomou a iniciativa de escolher como dono o publicitário Rafael Mantesso. Com o fim de seu casamento, Rafael se viu num apartamento vazio, exceto pela presença de Jimmy, e percebeu que estava cercado de um amor incondicional. Espantou a melancolia e redescobriu o prazer de desenhar, usando seu traço para transformar seu parceiro inseparável em modelo para fotos bem-humoradas, cheias de referências pop e clicadas com estilo despojado e inconfundível. Nelas, Jimmy pode fazer qualquer coisa: pratica surfe, vira equilibrista, contracena com estrelas de cinema, transforma-se num perigoso tubarão e até no Super-Homem.
As imagens foram parar no Instagram e conquistaram milhares de fãs no mundo inteiro, entre eles o ator americano Ashton Kutcher, que divulgou as fotos. Em pouco tempo, Rafael Mantesso e Jimmy Choo se transformaram em sensação na internet, despertando a atenção de veículos estrangeiros como The Huffington Post, USA Today e Daily Mail — foram, inclusive, matéria de capa no britânico The Times. O simpático bull terrier inspirou uma linha de produtos criados pela grife de acessórios Jimmy Choo.

Características
PESO 0.44 Kg
EDITORA Intrinseca
I.S.B.N. 9788580578065
ALTURA 20.80 cm
LARGURA 20.80 cm
PROFUNDIDADE 2.60 cm
NÚMERO DE PÁGINAS 168
IDIOMA Português
ACABAMENTO Brochura
CÓD. BARRAS 9788580578065
ANO DA EDIÇÃO 2015
AUTORMantesso, Rafael

2 Comments

Filed under Arte, artista do dia, Ilustração, São Paulo

Lançamento do livro: Laila tinha uma surpresa. Uma história de Shabat

Hoje  quero falar do lançamento de um livro que tem duas autoras, Tania Menai e Luciana Pajecki Lederman. Conta também com a ilustradora carioca Babi Wrobel Steinberg.

Antes de falar do livro, quero contar pra vocês como conheci a Tania.(Fiz um post, um tempinho atrás falando de algumas pessoas incríveis que conheci através da internet. Se você quiser ler o post clique aqui.)

Então,Tania é uma destas pessoas incríveis! Pesquisando pela internet cheguei ao site dela.
Fui lendo as entrevistas (que ela é craque em fazer), conheci o blog que ela mantém na revista TPM, o SóemNY e fui me tornando fã de tudo que ela escrevia. Acompanhei o lançamento do primeiro livro, do Oiapoque ao Chui e o nascimento da filhinha Laila. Neste tempo já a conhecia pessoalmente e fiquei mais fã ainda.
imaginem a minha felicidade quando ela aceitou desenvolver um trabalho conosco!!
:)
Tenho o maior orgulho de ter no currículo do nosso escritório algumas newsletters escritas por ela.
Você pode ler alguns dos textos da Tania que publiquei no blog aqui, aqui e aqui.

Vamos ao livro:
capalaila

O Livro (Texto do site, por Tania Menai).

Tudo começou num delicioso almoço de Shabat na casa da Luciana, em outubro de 2013, em Nova York. Conversamos sobre a quantidade e variedade de livros judaicos para crianças em livrarias americanas: pessach, chanuká, sukot, eles tem de tudo. A comparação é sempre inevitável: no Brasil, a realidade é outra.

Adoraríamos que as crianças brasileiras também pudessem usufruir de livros com temas judaicos feitos para elas, com um toque contemporâneo e tropical. Então resolvemos criar! Nossa intenção é escrever uma série que inclui festas e valores. Para começar, elegemos o Shabat, por ser atemporal, universal e cada vez mais necessário.

Resolvemos que a história giraria em torno de uma família moderna, que inclui avô sefaradi, avó esquenazi, pai, mãe e três filhos: uma menina e seus dois irmãos mais velhos. Os nomes das crianças são em hebraico, curtos e acabaram sendo dos nossos próprios filhos. Prezamos a mistura, a abertura e a diversidade: as cenas na escola mostram bem isso.

Tentamos passar a mensagem de um judaísmo contemporâneo, vivido na realidade brasileira, ou de qualquer país da América Latina. Um livro para famílias de casamentos mistos, para crianças judias e não-judias, para crianças de escolas judaicas ou não. Enfim, um livro para crianças.

O tema da história gira em torno de tempo e família e acertamos em cheio ao escolher – a dedo – a Babi para ilustrá-lo. Ela mora no Rio, então nossas reuniões eram por Skype. O resultado não poderia ter sido melhor, não acham?

Nosso projeto sempre foi recebido com sorrisos. Ainda em fase embrionária, a Miriam Gabbai da Editora Callis topou publicá-lo. A partir daí, partimos para a fase de captação de recursos. Para a nossa surpresa, um pequeno grupo de amigos colaboraram sem pestanejar.

Além disso, 160 amigos e conhecidos colaboraram em nossa campanha de crowdfunding, via o site Catarse, que teve mais de mil compartilhamentos em mídia social. Levantamos 130% do valor solicitado, em apenas duas semanas (o prazo era 40 dias!).

Dois anos e muitos capuccinos mais tarde, esperamos que a leitura traga sorrisos, seja um ótimo companheiro das horas em família e incentive, cada vez mais, a apreciação deste tempo.

 

Sobre as autoras:

A paulistana Luciana Pajecki Lederman vive em Nova York, onde cursa Doutorado em Talmud e Educação. Depois de estudar direito e psicologia,em São Paulo, mudou-se em 1999 com o marido para Nova York, onde estudou em horário integral no Jewish Theological Seminar, na Columbia University, deu aulas, participou de seminários, realizou casamentos e trabalhou como voluntária em hospitais e residências para idosos. No Brasil, ela exerceu o rabinato na comunidade paulistana Shalom entre 2005 e 2011, com a qual mantém um forte vínculo.

A jornalista Tania Menai nasceu no Rio de Janeiro, formada em comunicação social pela PUC. Radicada em Nova York desde 1995, de onde trabalha para a mídia brasileira, foi correspondente das revistas Veja e Exame, radio CBN e TV Futura – colabora até hoje para publicações como revista Piaui, Projeto Draft, Trip, TPM, Viagem e 3/3 Turismo, além de publicações costumizadas. É autora de dos livros “Nova York do Oiapoque ao Chui” (Ed. Casa da Palavra), “Tirado os Sapatos” (Ed. Rocco) co-escrito com o rabino Nilton Bonder, e Guia de Nova York (Ed. Abril). Mais em taniamenai.com e nychui.com

A ilustradora carioca Babi Wrobel Steinberg, vive no Rio de Janeiro. Ela é formada em design gráfico com mestrado na Pratt Institute de Nova York. De volta ao Brasil, elaborou trabalhos para estúdios de animação, publicidade, livros infantis, revistas, estamparia, moda, embalagens –chegou a participar da renomada exposição “Ilustrando em Revista”, da Ed. Abril. Babi trabalha com técnicas digitais (ideal para o e-book) e tradicionais como aquarela, lápis de cor, pastel e nanquim. Seu mais recente livro foi lançado em 2014, trazendo um conto que ela escutava de seu pai, Ivan Wrobel: Todo Mundo Saiu. (Editora Escrita Fina). Mais em babiws.com.br

 

Image
Serviço:
Dados: Callis Editora
Autoras: Tania Menai e Luciana Pajecki Lederman
Ilustradora: Babi W. Steinberg
48 páginas, com texto para os pais e receita de chalá na parte final
Lançamentos:
São Paulo – 29 de novembro de 2015 `as 15.30 na Livraria Cultura do
Shopping Iguatemi (leitura com autoras `as 16hs)
Rio de Janeiro – 17 de janeiro de 2016 `as 17hs na Livraria Argumento
do Leblon (leitura com as autoras `as 17.30hs)

1 Comment

Filed under Escritores, Mulheres que fazem a diferença, São Paulo

Palestra e oficina criativa com Maria Cininha

20150319-091632.jpg
Maria Cininha

Amigos, esta semana aconteceu a palestra e oficina criativa com a artista plástica Maria Cininha.
Ano passado fiz uma entrevista com ela para o blog da Consuelo Blocker.
Para ler o post no Consueloblog clique aqui.

O assunto abordado também foi sobre criatividade e envelhecimento e ainda com oficina criativa.
Foi super interessante!!!

Cininha falou da sua trajetória, de sua tese que aborda o assunto criatividade e envelhecimento, sobre os caminhos que podem nos ajudar a explorar nosso potencial criativo, sobre os seus projetos, sobre as Marias, sobre o projeto Maria vai à Praça.
Para saber mais do projeto Maria vai à Praça clique aqui

Depois todos nós recebemos uma folha impresa com a mesma imagem, que era uma mesa posta com quatro pratos com tonalidades azuis, garfos e facas e alguns detalhes de flor. Recebemos também duas folhas coloridas, onde deveríamos fazer a colagem e mais algumas folhas com flores, listras, bolinhas, folhas prateadas, douradas, canetas, lápis, furador, tesoura e cola.

A proposta era a seguinte: tinhamos que criar algo com aqueles pratos. Eles teriam que aparecer inteiros no que criassemos, fora esta regra, liberdade total.

“Das coisas nascem coisas” este era o título de nossa oficina.
Incrível como cada pessoa tem um olhar para cada coisa e onde a imaginação pode nos levar.
E mais incrível como pensamos uma coisa ao criar e o outro quando olha para o que criamos pensa em outra totalmente diferente.
Simplifiquei bem, mas é mais ou menos o que acontece quando olhamos para uma obra de arte, cada qual com seu pensamento, sentimento e impressão única do que está vendo de acordo com sua própria vivência.

Esta foi imagem que recebemos:

20150319-085233.jpg

Algumas criações:

20150319-085344.jpg

20150319-085529.jpg

20150319-085617.jpg

20150319-085712.jpg

20150319-085815.jpg

20150319-085919.jpg

20150319-090010.jpg

20150319-090058.jpg

20150319-090113.jpg

20150319-090127.jpg

Estas foram as minhas: :)

Nesta primeira pensei em um vaso com flor, uma amiga que viu pensou em um carroussel e outra em uma roda gigante! :)

20150319-090235.jpg

20150319-090248.jpg

Mais criaçōes:

20150319-093254.jpg

20150319-093307.jpg

20150319-093319.jpg

20150319-093330.jpg

20150319-093341.jpg

20150319-093359.jpg

20150319-093410.jpg

Cininha tem muito repertório, ideias, criatividade e uma história de vida inspiradora, sempre quis trabalhar com arte, mas só começou a faculdade perto dos 40 anos, mostrando que é possível, em qualquer tempo da vida, concretizar nossos sonhos e planos.

Obrigada Cininha!

4 Comments

Filed under Acessórios com Arte, Arte, Entrevistas, Ilustração, Mulheres que fazem a diferença, Palestras, pessoas que fazem a diferença, São Paulo

É hoje” Abertura da Exposição “Visōes do Feminino” no Espacio Uruguay São Paulo

20150303-110051.jpg


Sobre a exposição:

O Mês de março será um mês de comemoração pelo Dia Internacional da Mulher no Espacio Uruguay do Banco República.

Começamos as comemorações no dia 05 com a abertura da Exposição “Visōes do Feminino”

Artistas de colagem, pintura, escultura, fotografia e arte têxtil foram convidados por Sciacco Studio Escritório de Arte para apresentar suas visões da alma feminina.​ ​Cada um expressa seu ponto de vista artístico de acordo com a linguagem e técnica que faz parte de seu universo pictórico.​ ​Muitas cores, formas e diferentes materiais são utilizados.
Artistas de várias regiões do Brasil participam da mostra: Aparecida Santo​​s​, Célia Nahas Garcia, Dircéa Mountfort, Gustavo Jardim, Izabel Pariz, Jaime Baião, Lena Medeiros, Lícia Pacífico, Luciana Severo, Maria Cininha, Natália Lima, Odete de Angelis, Odhila Renófio e​ ​Thamar Bortoletto

No dia cinco teremos também o pré-lançamento do livro Conexões da Arte – Palavra x Imagem​​.
Dia 09 de março palestra com a blogueira e jornalista Liliane Ferrari às 14h.
Dia 16 de março palestra sobre criatividade e envelhecimento com oficina criativa com a artista plástica Maria Cininha​ às 14h.​

Dia 23 de março toyart com Sciacco Studio

Sobre o Sciaco Studio:
O Sciacco Studio é um Escritório de Arte localizado em São Paulo com foco na divulgação da arte e na diversidade dos artistas que representa.

O Escritório apresenta escultores, pintores e fotógrafos, com diferentes estilos, respeitando as diferenças e investindo nesta pluralidade. Organiza exposições e projetos nacionais e internacionais e visa, através do intercâmbio entre culturas distintas, estabelecer relações que se tornam possíveis pelas várias formas que as conexões da arte permitem, extrapolando as barreiras do idioma e costumes.

Sobre o Espacio Uruguay
O primeiro Espacio Uruguay construído no exterior, localizado junto à sede do Banco de la República Oriental del Uruguay​​,​ ​está no coração de São Paulo, na Avenida Paulista.
Este local foi idealizado e projetado, para promover e potencializar o intercâmbio e cooperação, apostando em estreitar os vínculos internacionais do Uruguai com os países com os quais atua.

Inaugurado oficialmente em março de 2011, pela Presidência da Republica Oriental do Uruguai, encontra-se em pleno funcionamento, desde então.
A partir dos primeiros meses, tornou-se um espaço fundamental para o desenvolvimento das oportunidades que ocorram dentro da comunidade de negócios em geral, recepcionando um numero importante, diariamente, de executivos brasileiros e estrangeiros.

Em seu​ espaço cultural são expostas permanentemente diferentes manifestações artísticas da cultura de países da América Latina e do mundo, o qual já integra oficialmente, o circuito das Artes da cidade de São Paulo.

SERVIÇO – “VISÕES DO FEMININO”

Local: “Espacio Uruguay” do Banco República do Uruguay
Endereço: Av. Paulista, 1.776, 9º andar – Edificio Parque Avenida – Elevadores 3 e 4 – São Paulo – SP
Estações de Metrô: Consolação e Trianon-MASP
Estacionamento com manobrista – terceirizado CARPARK – no Edifício

Coquetel de Abertura: 05 de Março, quinta-feira, das 18h30 às 21h30​ ​(Com pré-lançamento do livro Conexões da Arte – Palavra x Imagem)
Exposição: de 06 de Março a 02 de Abril de 2015
Visitação: de segunda a sexta-feira das 14h às 18h

Informações: info@sciaccostudio.com | (11) 3168 9891

20150305-001522.jpg
Natália Lima

20150305-001848.jpg
Celia Nahas Garcia

20150305-002523.jpg
Izabel Pariz

20150305-002433.jpg
Jaime Baião

20150305-004234.jpg

Aparecida Santos

20150305-004614.jpg
Gustavo Jardim

20150305-005829.jpg
Luciana Severo

20150305-005717.jpg

20150305-012737.jpg
Licia Pacifico

2 Comments

Filed under Arte, Exposições, São Paulo, Toy Art

Arte e quebra-cabeça anti-stress para adultos

Li no Conexão Paris uma notícia interessante. Como os livros para colorir tem alcançado um novo público: os adultos. Os livros são usados como uma forma de aliviar o stress.
Pintar, escolher as cores, concentrar-se em uma atividade lúdica, faz com que os adultos esqueçam os problemas do dia a dia, além de remetê-los aos tempos de criança, tempos de poucas responsabilidades (pelo menos deveriam ser) e preocupações.

No Brasil achei uma bonita opção, o Jardim Secreto.
Procurei na Saraiva o livro e não encontrei, pela internet está disponivel.

20150224-001913.jpg
A cor da capa não é a cor original, eu pintei de rosa!!

O post do Conexão apresenta várias editoras com esta proposta e seus respectivos livros para colorir. Para ler o artigo clique aqui.

Nas opçōes um livro de Beatriz Milhazes da Fundação Cartier.

20150224-004139.jpg

Estes dias, a querida Nina Horta também publicou em seu facebook uma foto e falou sobre o assunto. Falou da modinha do momento e que ela aderiu, pintou também.

Nesta linha anti-stress, vale citar um brinquedo que serve para todas as idades, só que adaptado aos tempos modernos, o aplicativo lançado pelo MAM no segundo semestre de 2014.
Um aplicativo que é uma quebra-cabeça com as obras do acervo do Museu.
Boa opção que ainda nos ajuda a aprender mais sobre as obras e artistas.
Saiba mais no site do MAM aqui
Vou instalar o aplicativo e depois conto meu progresso no processo.

Ah! Se alguém souber de livros similares aqui no Brasil, por favor, me avise para que eu possa dar a informação. eu não encontrei.

Leave a Comment

Filed under Arte, Escritores, Livros de Arte, Paris, São Paulo