Category Archives: Escritores

Um laço e um abraço – Feliz Dia Internacional das Mulheres

A todas as mulheres que com coragem enfrentam a vida, um laço e um abraço!!

O LAÇO E O ABRAÇO

Meu Deus! Como é engraçado!
Eu nunca tinha reparado como é curioso um laço… uma fita dando voltas.
Enrosca-se, mas não se embola, vira, revira, circula e pronto: está dado o laço.
É assim que é o abraço: coração com coração, tudo isso cercado de braço.

É assim que é o laço: um abraço no presente, no cabelo,
no vestido, em qualquer coisa onde o faço.
E quando puxo uma ponta, o que é que acontece? Vai escorregando…
devagarzinho, desmancha, desfaz o abraço.

Solta o presente, o cabelo, fica solto no vestido.
E, na fita, que curioso, não faltou nem um pedaço.
Ah! Então, é assim o amor, a amizade.
Tudo que é sentimento. Como um pedaço de fita.

Enrosca, segura um pouquinho, mas pode se desfazer a qualquer hora,
deixando livre as duas bandas do laço.
Por isso é que se diz: laço afetivo, laço de amizade.
E quando alguém briga, então se diz: romperam-se os laços.

E saem as duas partes, igual meus pedaços de fita, sem perder nenhum pedaço.
Então o amor e a amizade são isso…
Não prendem, não escravizam, não apertam, não sufocam.
Porque quando vira nó, já deixou de ser um laço!

20140308-180214.jpg

Nunca pensei no laço assim e no abraço como um laço..
Eu não conhecia o poema e desconheço a autoria. De alguém souber quem escreveu me avise para que eu dê o devido crédito.

Atualizando:
Esse poema é de Maria Beatriz Marinho dos Anjos. A informação quem nos deu foi a Sueli. Obrigada Sueli!

4 Comments

Filed under Escritores, Mulheres que fazem a diferença

Talentos da Maturidade 2013

Foi hoje a premiação do Talentos da Maturidade 2013 com patrocínio do Banco Santander.
Pra quem não conhece ainda, é um concurso onde pessoas com mais de 60 anos apresentam seus talentos.
São cinco categorias: artes plásticas, fotografia, música vocal, dança e literatura. O concurso tem duas etapas, a regional e a nacional.
Divididos por região, foram selecionados os três melhores trabalhos de cada categoria por região, totalizando 75, depois de outra avaliação, ficam apenas 25 finalistas, cinco para cada categoria, um por região.

20131215-020134.jpg
Uma das fotos selecionadas – Luiz Paiva Carapeto

Esta noite foram anunciados os vencedores e a apresentação de dança foi ao vivo!

20131215-020222.jpg

Confira os vencedores no site:
https://www.talentosdamaturidade.com.br/vencedores/

Leave a Comment

Filed under Arte, Escritores, Exposições, fotografia, Música, São Paulo

Quando Beatriz Milhazes ainda não era a artista de milhōes de dólares…

…e quando Marcantonio Villaca ainda abordava galeristas para apresentar o trabalho dela.

Recebi por email um texto da Revista Piauí que conta sobre a primeira vez(segundo o texto) que o galerista Marcantonio Villaça da antiga galeria Camargo Villaça, apresenta a obra da artista visual Beatriz Milhazes para uma conceituada galerista de Nova York, uma das melhores do mundo, Barbara Gladstone. De uma maneira inusitada, original e bem atrevida dentro de um vôo. Achei interessante compartilhar por dois motivos:

Ler este texto é, de certa forma, um incentivo aos artistas, ninguém sabe aonde vamos chegar, o negócio é trabalhar com afinco, amor, dedicação e marketing!!
Lembrando que a galerista torceu o nariz e disse o seguinte para o desenho apresentado: “bullshit”

Nove anos depois, dia 15 de maio de 2008, a tela de Beatriz Milhazes “O Mágico” foi arrematada no leilão da Sotheby’s por 1,49 milhão de dólares, o maior valor já alcançado por uma obra de artista brasileiro vivo. Beatriz não viu a cor deste dinheiro, a tela não era mais dela, mas obviamente colheu os frutos da valorização.

Quem arrematou a obra foi o colecionador argentino Eduardo Costantini, o mesmo que, em 1995, comprou por 1,5 milhão de dólares Abaporu de Tarsila do Amaral, hoje em exposição permanente no Malba, o Museu de Arte Latino-americana de Buenos Aires.

O outro motivo, o mais importante pra mim, foi ler e imaginar como o marchand amava e acreditava com toda a sua energia no que fazia, como acreditava naqueles que representava. Esqueci neste momento o dinheiro que ele ganhou, não é isto o que me fascinou, embora seja importante também. Imaginei Marcoantonio uma pessoa incrível, deve ter sido um privilégio para as pessoas que conviveram com ele.

Pensei muito nisto, como nós, seres humanos que somos, precisamos de pessoas, de pelo menos uma pessoa que acredite no talento, potencial que temos.

O nascimento é solitário, a morte também, mas a vida não pode e não deveria ser.

Beijos aos meus queridos e boa semana!!

Leia o texto da Revista Piauí por Bruno Moreshi clicando aqui.

20131007-130253.jpg

Leave a Comment

Filed under Arte, cidades brasileiras, Escritores, Exposições, Mulheres que fazem a diferença, Nova York, pessoas que fazem a diferença, pintura, São Paulo

” Este mundo é tão bonito, e eu tenho tanta pena de morrer”.

Morreu Saramago. Dia 18 de junho de 2010.
José Saramago, primeiro e único escritor de língua portuguesa que ganhou um prêmio Nobel de literatura. Filho e neto de analfabetos, formado em escola técnica, começou a ficar conhecido com mais de 40 anos; com 60 casou-se com Pilar, 30 anos mais jovem, com quem viveu até hoje.

Escolhi algumas frases dele que gosto muito e uma, a primeira, de sua avó.

” Este mundo é tão bonito, e eu tenho tanta pena de morrer”.

“Não tenhamos pressa, mas não percamos tempo”.

“Se tens um coração de ferro, bom proveito. O meu, fizeram-no de carne, e sangra todo dia”.

“Se podes olhar vê, se podes ver, repara.”

“O que as vitórias têm de mau é que não são definitivas. O que as derrotas têm de bom é que também não são definitivas”.

2 Comments

Filed under Escritores