Wrap dress by Diane Von Furstenberg no Shopping JK

20140515-205522.jpg

Ontem fomos à este delicioso evento no shopping Jk, o convite veio através da querida Consuelo Blocker.
O famoso vestido criado pela estilista Diane Von Furstenberg nos anos 70, inspirado nas roupas das bailarinas, completa 40 anos e este foi um dos motivos do evento, além do lançamento do site em português da marca, para que as brasileiras façam parte das comemorações participando.

O modelo wrapdress vestiu e continua vestindo gerações, de anônimas a famosas, de magrinhas a cheinhas com muito estilo e praticidade.

20140515-210325.jpg

20140515-210338.jpg

20140515-210349.jpg

20140515-210408.jpg

20140515-210509.jpg

20140516-001043.jpg
Exposição em Los Angeles, Journey of a dress.

Quem usa:

20140516-005527.jpg

20140516-005626.jpg

20140516-005644.jpg

20140516-005655.jpg

Diane Von Furstemberg
Diane Simone Michelle Halfin nasceu em uma família judaica de classe média alta. Seu pai, Leon Halfin, nascido na Romênia e de nacionalidade russa, passou a Segunda Guerra Mundial (1939-1945) na Suíça. Sua mãe, Liliane Nahmias, de nacionalidade grega, foi uma sobrevivente do Holocausto. Dezoite meses antes de Diane nascer, sua mãe foi enviada para Auschwitz.

Tendo estudado Economia na Universidade de Genebra.

Aos dezoito anos, Diane conheceu o príncipe Egon von Fürstenberg (1946-2004), o filho mais velho do príncipe Tassilo von Fürstenberg, membro da Casa de Fürstenberg e, como tal, da alta nobreza alemã, e de Clara Agnelli, uma herdeira da Fiat, cuja família tem ascendência na nobreza italiana. Eles se casaram em 1969 e tiveram dois filhos, o príncipe Alexander von Fürstenberg (que nasceu seis meses depois do casamento1 ) e a princesa Tatiana von Fürstenberg, que nasceu em Nova York. Hoje, é avó de três netos.

O casamento dos Fürstenberg, embora não fosse feliz e bem aceito pela família do noivo por causa da religião da noiva, foi considerado dinástico e, por isso, Diane recebeu o título de princesa von Fürstenberg, de acordo com o livro Manual Genealógico dos Nobres (alemães): Casas Principescas (em alemão: Genealogisches Handbuch Des Adels: Fürstliche Häuser). Egon e Diane divorciaram-se em 1972. Desde então, ela não tem mais o título nobiliárquico de princesa von Fürstenberg, mas pode usar o nome, como o faz em sua profissão.

Criou o icônico vestido wrap dress inspirado nas malhas das bailarinas. Primeiro blusa e saia e depois transformou em vestido.
Vendeu milhões de vestidos alcançando total independência financeira e foi assunto para muitas matérias em revistas conceituadas.
Em comemoração aos 40 anos da marca realizou diversos eventos e estão programados outros, como o lançamento de um livro no segundo semestre de 2014.

Fonte: wikipedia

1 Comment

Filed under Moda, Mulheres que fazem a diferença, Nova York, São Paulo

One Response to Wrap dress by Diane Von Furstenberg no Shopping JK

  1. eliara bevilacqua

    querida Tania, qual mulher de meia-idade (rs) já não usou um modelo desses ou ainda o tem no seu guarda roupa, não é mesmo? é um modelito adorável, prático e chic ao mesmo tempo, nos veste deixando-nos mais charmosas, sempre gostei muito!! adorei o post como sempre, grande beijo! bom fim de semana!

Comente!