Monthly Archives: January 2014

Maria com as outras – exposição

Maria Cininha criou as personagens Marias e várias séries com elas. A técnica utilizada é a colagem.
Você pode conhecer algumas na Exposição “Maria com as outras” que começou dia 15 de janeiro no Shopping Frei Caneca e vai até dia 02 de fevereiro.
Os textos também são escritos pela artista para cada série e são poéticos como toda a mostra.

Release:
Entre os dia 17 de janeiro e 2 de fevereiro, os frequentadores do Shopping Frei Caneca poderão conferir a exposição “Maria com as outras”. Divertida e poética, a mostra traz as divertidas e irreverentes “Marias”, figuras femininas inspiradas no cotidiano. A mostra fica aberta para visitação das 10h às 22 horas, no Piso 1 do empreendimento.

Entre as obras de arte estão esculturas tridimensionais e quadros da série “Marias Surtones”, elaboradas pela artista visual e arte educadora Maria Cininha, que desenvolve trabalhos em recorte e colagem criando personagens lúdicos e coloridos.

Vale a pena conferir!

20140121-192710.jpg

20140121-192743.jpg

20140122-002809.jpg

20140122-002855.jpg
Minha cor!! Ai presunçosa que sou!

O que as Marias são pra mim:
As Marias são filhas, mães, esposas, estudantes, profissionais e o que quiserem.
Elas vão à praça, ao mercado, ao médico, ao cinema e aonde for preciso.
São coloridas, enfeitadas, preto no branco, expressivas, introspectivas.
São complicadas e simples.
São mulheres.

Parabéns Cininha! Que a criatividade continue guiando a sua vida e iluminando a nossa!!

2 Comments

Filed under Arte, Exposições, Mulheres que fazem a diferença, São Paulo

O Pequeno Príncipe – alguém não leu?

Começou no dia 11 de janeiro uma exposição interativa sobre o livro O Pequeno Príncipe no Shopping JK em São Paulo.

Tem post meu sobre a exposição no Consueloblog.
Passa por lá! Aguardo seu comentário!

20140121-170520.jpg

20140121-183022.jpg
Atualizando o post com uma dica incrível da Sueli:
Livro pop up O Pequeno Princípe
O que é um livro pop up?
Um livro com dobraduras de papel, feitas com as cenas da história do livro, que parecem saltar quando abrimos as páginas.

2 Comments

Filed under Arte, Eu li., Exposições, Ilustração, São Paulo

Stanley Kubrick – last time, corra Lola, corra!

Até domingo, se você for bem cedo antes do Museu abrir suas portas ou tiver paciência de esperar na fila quilométrica que se forma durante o dia, ainda dá pra conferir a exposição de Stanley Kubrick, considerado um dos melhores cineastas de “todos os tempos” no MIS – Museu da Imagem e do Som em São Paulo.

A exposição está organizada em dois andares com fotos, objetos, cadernos de anotação, cartazes de publicidade, posters,desenhos das cenas e outras curiosidades de alguns dos filmes mais importantes de sua carreira.

Com certeza você assistiu algum ou vários de seus filmes, entre eles: Laranja Mecânica, Uma Odisseia no Espaço, Lolita, o Iluminado, Spartacus e De Olhos Bem Fechados que foi o seu último filme com Tom Cruise e Nicole Kidman, que eram um casal na época da filmagem.

Não conheço praticamente nada da biografia de Stanley que vi bem superficialmente, mas gostei de ler que ele teve apoio de seu pai que acreditou no seu potencial criativo.

As fotos são para ilustrar, não tem ordem lógica e a qualidade está fraquinha, por favor não reparem!

20140110-235350.jpg

20140110-235408.jpg

20140110-235424.jpg

20140110-235444.jpg

20140110-235457.jpg

20140110-235511.jpg

20140110-235521.jpg

Agora uma dica excelente pra você que gostaria de visitar a exposição e quer fugir das filas: convide sua mãe, sua vovó ou bisavó e chegue cedo.Terceira idade vai para uma fila especial com direito a acompanhante.
Funciona muito bem! Entramos rapidamente!

20140110-235652.jpg
Fila formada antes de abrir na sexta feira, dia 10.

Horários especiais para visitação:
Sábado (11.01): das 10h às 3h da madrugada
Domingo (12.01): das 10h às 23h

Endereço do MIS:
Av Europa 158 Jd Europa
Säo Paulo SP

Leave a Comment

Filed under Arte, cinema, pessoas que fazem a diferença

Se a Revista New Yorker fosse parisiense ela seria a “The Parisianer”

Se a New Yorker, conhecida publicação americana, fosse parisiense ela seria a The Parisianer!! A revista imaginária reuniu 100 artistas que foram convidados para criar uma capa para ela.

A ideia resultou em uma exposição em Paris, no mês de dezembro de 2013 e livro, que você pode comprar(pré-venda) na Amazon clicando aqui.

As capas ficaram muito interessantes, a Torre Eiffel foi campeã e apareceu bastante nas criações retratada de diferentes formas.

Qual a sua preferida?

20140110-013333.jpg

20140110-013356.jpg

20140110-013421.jpg

20140110-013502.jpg

20140110-013517.jpg

20140110-013609.jpg

20140110-013622.jpg

20140110-014529.jpg

20140110-014616.jpg

20140110-014631.jpg

20140110-014656.jpg

20140110-014709.jpg

20140110-014734.jpg

20140110-014746.jpg

Vimos esta notícia no excelente site Conexão Paris.
No site TheParisianer você tem mais informaçøes sobre o projeto.

3 Comments

Filed under Arte, Exposições, Ilustração, Nova York, Paris

Pão da vida – sem glúten

Não aderi à alimentação sem glúten.
Amo pão de todos os tipos e ainda não estou convencida de que devo tirá-lo da minha alimentação.
Estou disposta sim a variar com receitas sem glúten e buscar um equilíbrio.
Achei uma receita facílima e deliciosa de pão sem glúten, e sem leite, feito com farinha de amêndoas (que fiz com o que sobrou do leite).

Acho que dá pra fazer com todas as outras sobras, mas ainda só testei esta.

A receita:

1 e 1/2 xícara de farinha de amêndoas
3/4 xícara de polvilho doce
1/4 xícara de farinha de linhaça dourada
1 colher de chá rasa de sal
1 colher de chá de açúcar – de preferência o mascavo
1 colher de sopa de fermento biológico – seco para pães
4 ovos

Como eu fiz:
Sequei a sobra das amêndoas no forno. Fui mexendo até ficar bem sequinha.
Coloquei todos os ingredientes na máquina de pão e selecionei o ciclo de pão rápido.
Ficou delicioso!!

Para quem não tem máquina as indicações do site www.lactosenao.com
Modo de preparo:

A farinha de amêndoas você pode fazer de duas maneiras:
1. Bata no liquidificador um pouco mais de 1 xícara de amêndoas, isso renderá aproximadamente a quantidade que você precisa para a receita.
2.Levando ao forno o resto das amêndoas que sobra do leite de amêndoas caseiro – em fogo médio e vai mexendo de tempos em tempos até ela ficar sequinha.

Misture todos os ingredientes secos e reserve. Bata bem os ovos, no liquidificador ou com um fouet, e então adicione aos ingredientes secos e incorpore bem.
Acomode sua massa em uma forma de pão untada – eu uso uma de 25×11 cm – e leve ao forno pré-aquecido.
Asse por 5 minutos em fogo alto e depois abaixe até 180-200º e asse por mais 30-40 minutos ou até que o palito saia limpinho quando espetado.

20140108-000109.jpg
Peguei a foto do site lactosenão emprestada, porque nem deu tempo de fotografar o meu.
Esta semana eu vou fazer outro pão, fotografar e substituo aqui.

1 Comment

Filed under alimentação

A arte de se alimentar bem – renovando a dieta, o paladar, os sabores – com leite!!

Cozinhar é uma arte, efêmera é verdade!

Para praticar esta arte é preciso talento na escolha dos alimentos, experimentação e combinação dos sabores, isto sem falar na apresentação da comida, que é fundamental.

Comer está diretamente ligada à esta arte e é uma das coisas que mais traz felicidade neste mundo. O prazer da degustação é uma combinação dos sentidos: visão, olfato, tato, paladar.Conseguir esta felicidade alimentando-se adequadamente também é uma arte, a do bem viver, das boas e saudáveis escolhas que podem e devem ser deliciosas.

E é esta nova categoria que eu quero aqui no blog, a arte de se alimentar unindo prazer e saúde com novos sabores, cores e texturas a partir de alimentos diferentes e de alimentos simples que estão por aí dando “sopa”.

Paralelamente vou tentar descobrir chefs talentosos e restaurantes que usem os alimentos sugeridos com criatividade.

Ah! Como sou ovo, lacto, “peixe” vegetariana, minha ideia é trazer mais destas sugestões, já que muitas pessoas ainda tem preconceito à alimentação sem carne, achando que não é possível iguarias maravilhosas sem a companhia de um “bifão”.

Escolhi começar pelos leites vegetais, porque acabei de testar em casa e experimentar.
Achei muitas receitas caseiras e fiz o de amêndoas, castanha do Pará e aveia.
Pode ser feito também com sementes de girassol, gergelim, quinua, arroz integral, coco, avelãs.
Para o meu paladar, as que eu testei, são excelentes. Preferido é o de amêndoas.
Aos poucos quero testar todas e variar.

20140105-172236.jpg

As vantagens segundo nutricionistas:
O leite de vaca tem uma substância chamada caseína, também presente no leite materno, mas “a relação proteína do soro/caseína do leite humano é de 80/20, a do leite bovino é 20/80. O leite materno é de fácil digestão, o mesmo não acontece com o leite de vaca.
Mesmo que você não tenha total intolerãncia ao leite de origem animal, vale experimentar os vegetais que såo ricos em fibras, proteínas, vitaminas.
Vale lembrar que em excesso nada é bom, então controle-se!

Somos os únicos animais que continuamos tomando leite depois do desmame.

Os preços:
Mesmo com os altos preços das castanhas, o leite rende bem, com uma xícara de amêndoas conseguimos quase um litro de leite, sua produção caseira é bem viável.
O mais acessîvel é o de aveia, mesmo usando a aveia orgânica que é a mais cara, é super fácil fazer e barato.

As receitas:
Leite de amêndoas:
1 xícara de amêndoas:
4 xícaras de água
Deixar de molho por oito horas
Descartar a água e bater as amêndoas com quatro xícaras de água mineral ou de água de coco.
Acrescentar baunilha em favas se desejar.
Coar com pano limpo, coador de café ou em peneira fina.
Guardar em garrafa de vidro por até quatro dias na geladeira.
Adoçar é opcional, pode ser com mel, açúcar mascavo.
Dica: colocar no forno o que sobrou na peneira para secar e aproveitar para fazer um pão com esta farinha.
Depois passo a receita, é deliciosa!

Leite de castanhas do Pará
Igual a receita acima, só substituir por castanha.
Dica: depois de prontos, bater com ameixas, uva passa ou frutas! Vitaminas deliciosas!

Leite de aveia:
Deixar de molho duas xícaras de aveia com oito xícaras de água por duas horas, bater no liquidificador, coar, acrescentar mais água se ficar muito espesso.
Receitas salgadas usar assim sem acrescentar nada, o tempero faz o milagre do sabor.
Para beber adoçar à gosto e acrescentar baunilha se desejar.

Olhei os preços destes leites prontos para consumir.
Absurdamente CARO!
Um litro de leite vegetal custa quase R$ 20,00!!!
Como disse uma amiga: a vida de um cogumelo está valendo mais do que de uma vaca!!

20140105-172417.jpg
Foto: Natureza Interior

2 Comments

Filed under alimentação

Artista do dia – James Gulliver Hancock

Pesquisando outros assuntos cheguei até o site do artista James Gulliver Hancock e o seu projeto allthebuildingsinnewyork (todos os prédios em Nova York).

Ele é da Australia e vive entre seu país de origem e Nova York trabalhando neste projeto que é quase uma obsessão: desenhar TODOS os prédios de Nova York.
Não só os conhecidos pontos turísticos, mas a ideia é que as construções todas sejam registradas através de suas ilustrações.
Vários importantes veículos de comunicação deram destaque a este projeto, dentre eles o importante The New York Times que o entrevistou e que você pode conferir clicando aqui.

Algumas ilustrações do projeto:

20140105-004323.jpg

20140105-004350.jpg

20140105-004401.jpg

20140105-004412.jpg

20140105-004428.jpg

20140105-004440.jpg

20140105-005449.jpg

20140105-005503.jpg

20140105-005519.jpg

20140105-005530.jpg

20140105-005542.jpg

20140105-005605.jpg

20140105-005624.jpg

No site do artista você confere mais da sua produção:
http://jamesgulliverhancock.com/

E no site do projeto você pode ver o que já foi registrado e acompanhar as novas ilustracões:
http://allthebuildingsinnewyork.com/new/

2 Comments

Filed under Arte, Ilustração, Nova York