Monthly Archives: July 2010

Os Mistérios de Picasso

Gosto muito de assistir filmes baseados na vida de pintores famosos.
Já assisti o filme sobre Modigliani, Kandinsky, o filme baseado na famosa tela “A Moça do Brinco de Pérola” de Vermeer  e como ainda não tinha visto nenhum sobre Picasso, pedi para o meu filho procurar um, e ele alugou este:

Mistery of Picasso

É classificado como documentário e foi filmado pelo amigo e famoso cineasta francês,  Henry-Georges Clouzot que sempre quis registrar o processo criativo do gênio (Não sei se  é realmente possível registrar isto).
Foi feito  em 1955 e de uma maneira muito interessante, onde Pablo Picasso criou rapidamente incríveis desenhos usando tinta e papel especial e Clouzot foi filmando do lado inverso da tela capturando a imagem de sua criação em tempo real.

Quando o artista decidiu pintar com óleo, Clouzot mudou a cor do filme e usou a técnica de animação em stop-motion.

Aparece a tela e a pintura se formando e em alguns momentos a conversa entre artista e diretor, vamos acompanhando do primeiro traço até a transformação total do que parecia a princípio.

Para este projeto o acordo foi que, depois de terminada a filmagem, todas as obras seriam destruídas (só de pensar em vinte telas de Picasso jogadas fora, dá até um arrepio).

Em 1984, o governo francês declarou este documentário um tesouro nacional.

Indispensável para quem quer aprofundar o conhecimento sobre o trabalho do mestre, mas é preciso um pouco de paciência e escolher um momento de disposição para assistir.

O meu conselho de amiga: Não assistam se estiverem com sono ou então assistam se estiverem com insônia: os traços, a música, a repetição é um santo remédio!

5 Comments

Filed under Vídeo

Que tal uma coleção inteira?

Você conhece esta artista  inglesa: Clarice Cliff? Esta semana pedi um livro sobre ela para uma pintora, a Ana Luísa e hoje vi que Nina Horta,  em sua coluna na Folha de São Paulo, citou a artista.

Pela coincidência, vou falar desta ceramista e designer:

Clarice Cliff nasceu em Janeiro de 1899 em Tunstall, Staffordshire e morreu em Newcastle-under-Lyme em Outubro de 1972. A quarta filha de oito crianças de um moldador de ferro, Clarice Cliff começou a trabalhar com 13 anos como aprendiz de “esmaltadora“. Com 17 anos ela filiou-se ao A. J. Wilkinson’s Royal Staffordshire Pottery como litogravurista, onde sua habilidade em desenho foi rapidamente notada. Ela participou das classes noturnas da Burslem School of Art de 1924-1925 e estudou escultura no Royal College of Art em 1927, mas retornou apenas alguns meses depois para montar um pequeno estúdio em Wilkinson’s Newport Pottery, decorando tradicionais cerâmicas brancas.

Agora, dá uma olhada nestas  fotos e perceba o que um artista pode fazer por uma mortal xícara, um pratinho ou um bule!

Os utilitários da ceramista são especiais também pela forma e quando a pintura chega, ah! que arraso!!

Quer saber mais sobre ela? Continue lendo e leia a coluna da Nina Horta  pra você saber o que Clarice Cliff tem a ver com o assunto do texto dela publicado dia 22 de julho.

Continue reading

11 Comments

Filed under Acessórios com Arte, Arte

Estas flores falam: lê pra saber o quê.

Acho que os milhões e milhões de pessoas que entram e saem deste  tão importante e incrível Museu – o Metropolitan Musem em Nova York,  nunca pensaram nas flores que decoram a entrada.
Nesta matéria, escrita por Tania Menai,  você vai saber sobre a  história delas.
Lê que você vai entender sobre o que aquelas flores falam.

Boa leitura!!

O museu mais lindo e importante de Nova York, o Metropolitan Museum of Art, ou Met para os íntimos, nos arrepia logo na entrada. No vão principal, conhecido como Great Hall, onde milhares de visitantes se esbarram por dia, há um detalhe marcante: as flores. Em cinco vasos gigantes, elas nos presenteiam com um ar de novidade, de frescor e de vida. Trocadas todas as segundas-feiras, quando o museu fecha para visitação pública, este presente está lá graças a uma mulher. Lila AchesonWallace(1889-1984) que, ao falecer, deixou parte de sua fortuna para que as flores do Met não morressem com ela. Isso se chama filantropia. E também se chama amor.

Lila, juntamente com seu marido DeWitt Wallace, fundou em 1922 a revista Reader’sDigest. Hoje, a publicação tem 100 milhões de leitores em 163 países. Mas o começo não foi fácil: depois de baterem `a porta de diversas editoras e ouvirem ‘não’,resolveram colocar a mão na massa no porão do apartamento do casal, no GreenwichVillage, em Manhattan. Na época, a circulação contabilizava  5 mil exemplares. Lilacuidava dos negócios e DeWitt, da parte editorial.

Filha de imigrantes irlandeses e escoceses da igreja presbeteriana, Lila era a terceirade cinco filhos. Cresceu no centro-oeste americano e na infância andava `a cavalo e caçava. Formou-se em inglês e – ao contrário da vontade do pai, que não queria vê-la trabalhar – ela iniciou sua carreira como professora. Depois disso, voltou-se para trabalhos sociais, principalmente durante a Primeira Guerra Mundial. Lila recusou oprimeiro pedido de DeWitt em casamento, mas não resistiu ao segundo. Quando elefaleceu em 1981, ela passou a ser a única dona da revista. Eles não tiveram filhos.O sucesso editorial lhe deu a oportunidade de gerenciar 60 milhões de dólares em filantropia.
Lila
se dedicou as áreas de saúde, educação, música e artes. Foi uma das maiores doadoras do Met. Se eu tivesse essa fortuna, também seria. Mas, por enquanto, só posso agradecer à esta mulher mignon de 1.60 metros, 54 quilos e coração gigante, pelo prazer que ela nos proporciona até hoje.

Metropolitan Museum of Art – Quinta Avenida entre as ruas 82 e 85 (www.metmuseum.org)

Wallace Foundation – www.wallacefoundation.org

3 Comments

Filed under Museus, Nova York, reportagens

A Pé pela Gastronomia de New York

Visitando um blog que gosto muito, o Conexão Paris e deixando um comentário no post Passeios personalizados a pé em Paris,  lembrei de uma empresa que conhecemos e contratamos em junho do ano passado em Nova York.

Esta empresa chama-se Savory Sojourns e é de Addie Tomei. Sim: ela é parente da linda atriz Marisa Tomei, mais precisamente mãe da beldade ganhadora do Oscar.

Os passeios oferecidos pela empresa  são todos baseados na gastronomia e podem ser em inglês ou espanhol. Escolhemos o roteiro pelo Little Italy e Soho, começamos  com o café da manhã e durante todo o trajeto fomos  parando e experimentando delícias, terminando  com um almoço.

Mas não foi só comer, andamos bastante porque o trajeto é todo feito a pé e recebemos explicações do local, da arquitetura, da história, dos italianos que ali se instalaram em tempos passados. Fizemos algumas paradinhas em papelarias, loja de artigos para cozinhas e loja de tudo um pouco – boas indicações.

Eu recomendo e acredito que é uma ótima experiência.

Ah! E o fechamento foi num restaurante super charmoso, italiano, onde fomos convidados para conhecer o chef e a cozinha com direito a explicação e tudo.

Terminamos o almoço às 16h e o ideal mesmo  seria fazer  todo o percurso da volta também A PÉ!!

Esta foi uma das nossas paradas, arroz doce de todos os sabores.

http://www.ricetoriches.com/
37 Spring Street
between Mott and Mulberry St,
New York City – 212.274.0008

Em tempo: receita de arroz doce.

  • 1 xícara (chá) de arroz cru
  • 2 xícaras (chá) de água fervente
  • 1 litro de leite
  • 1 lata de leite condensado
  • 1 lata de creme de leite
  • 1 vidro de leite de coco (200 ml)
  • Canela em pó e canela em pau para decorar

Em uma panela, coloque o arroz, a água e leve ao fogo médio. Deixe cozinhar até secar a água. Adicione o leite e o leite condensado, misturando bem. Deixe cozinhar por 20 minutos ou até quase secar. Acrescente os demais ingredientes, misture bem, arrume numa bonita travessa.
Decore com as canelas e pronto!! Agora é só engordar!!

1 Comment

Filed under Nova York

Espanha de Picasso X Holanda de Vermeer

Hoje é o último dia da copa 2010. Estamos fora, mas isto não nos impede de ter o nosso preferido para campeão.
Quem escolher a  Holanda  pode dizer: “Perdemos, mas perdemos para o campeão”, outros preferem a Espanha que não foi quem eliminou o Brasil.
Como o assunto é Holanda e Espanha e a pauta  aqui gira em torno da Arte, pensei nos incríveis artistas plásticos de cada país.

Na Espanha, o nome que logo vem  à cabeça é Pablo Picasso, com certeza o artista mais conhecido.

E na Holanda, o primeiro nome que pensei foi Johannes Vermeer, gosto muito da tela,”A moça do brinco de pérola” e como também assisti o filme, influenciei minha escolha.

Entre Espanha de Picasso e Holanda de Vermeer não existe um só vencedor, os dois pintores mostraram muito bem a que vieram, merecem o título.

Retrato de Dora Maar Pablo Picasso

Moça com brinco de pérola de Jan Vermeer que está no Museu dos Mauritshuis, na Holanda.

1 Comment

Filed under Arte, pintura

Comemoração do dia da pizza por Aldemir Martins

Hoje é comemorado o dia da pizza em São Paulo e nada melhor do que cair num sábado, que sempre acaba em pizza!!
Eu gosto muito e apesar de não ter experimentado as pizzas do mundo inteiro, acredito que temos em São Paulo a melhor das melhores.

Para comemorar,  busquei uma imagem de um trabalho que o artista plástico Aldemir Martins desenvolveu utilizando  embalagens de pizza.
Bem original e numa época em que o assunto do momento ainda não era sustentabilidade.

Sobre o artista:
Aldemir Martins nasceu em Ingazeiras, Ceará em novembro de 1922.
Em suas obras,  o nordeste, o homem do nordeste,cangaceiros,  a paisagem, os galos e os gatos são temas sempre presentes. Conhecido por ser um grande desenhista, produziu muito durante toda sua carreira e usou suportes variados para criar: pintura, gravura, desenho, cerâmica e escultura. Foi um artista sem preconceitos e sempre se permitiu experimentar, de abertura de novela-Gabriela em 1975, até formas de pizza, sem nunca perder a característica principal de sua linguagem artística.

As cores e seus temas recorrentes marcam a obra de um dos maiores artistas brasileiros.

Participou de inúmeras Exposições Nacionais e Internacionais entre elas:

4 Comments

Filed under Arte, Comemoração

Parabéns!! Grande artista Frida Kahlo.

Hoje quem abre o  Google vê a foto da Frida Kahlo.
Presente  para esta grande artista do México que  nasceu no dia 06 de julho de 1907.
Vida curta marcada com arte, um grande amor por Diego Rivera e por muita dor.

Para conhecer mais sobre ela, o livro publicado pela excelente Cosac Naify - Frida: suas fotos é uma ótima aquisição.

O livro tem mais de 400 imagens inéditas da artista, escolhidas  entre muitas, cerca de 6000, guardadas durante anos na famosa Casa Azul onde viveu com Diego Rivera. As fotos mostram Frida quando menina, o encontro com Rivera, seus amigos,  sua proximidade com amigos famosos como Breton, Duchamp, Trótski, Henry Ford, Dolores del Río e a brasileira Adalgisa Neri.
Os textos analisam a influência da fotografia, as referências políticas, o sofrimento do corpo em sua obra e a construção de sua influente figura pública.

Retrato de casamento dos pais de Frida, Matilde Calderón e Guillermo Kahlo, 21 de fevereiro de 1898. D.R.© 2010 Banco de México en su carácter de Fiduciario en el Fideicomiso relativo a los Museos Diego Rivera y Frida Kahlo

Nickolas Muray e Frida Kahlo na Casa Azul, 1939. Foto Nickolas Murray. D.R.© 2010 Banco de México en su carácter de Fiduciario en el Fideicomiso relativo a los Museos Diego Rivera y Frida Kahlo

2 Comments

Filed under Arte, Comemoração